quarta-feira, 8 de abril de 2015

Oração a si

Oração a si

Poderosa guerreira, mãe do aço e do fogo
Filha do elmo e da espada
Senhora dos mistérios da mente e da reflexão
Tem em minhas próprias mãos
O poder de quebrar barreiras e de lançar-se sem titubear

Poderosa guerreira,
Que de espírito ferve meu sangue
Que mora no limite, no desvio, no caos
Faz disso que mora aqui
Um ataque real e impiedoso
A todas as adversidades que persistem.

Sopre o pior dos ventos, que não cairei!
Lance esta cruel tempestade
Que os dias de glória virão

Gargalhadas ecoarão no som de cada flechada
Vendavais serão o poder da minha voz!

E que, nesta fúria de injustiçados,
A mente esteja sã e crítica;
E na antessala do derradeiro
Que os atos sejam implacáveis!

3 comentários:

Olá. Você, sendo você mesmo, não é bem vindo aqui. Mas se você for qualquer outra pessoa, sente-se no chão e coma uma xícara de café.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails