quarta-feira, 9 de março de 2016

Erudição fecal

Eu sou uma ser humano desprezível. Eu medito cagadas no banheiro enquanto do lado de fora, tocam jazz. Cumprimentei o cara do jazz, antes disso.

Está calor e é a hora do meu almoço. Estou ponto pra fora o pouco que tenho dentro de mim. O alívio é a melhor sensação que existe, já pensei várias vezes. Olho pra porta do banheiro. Penso que quero embora, ali já era, o papel já fez sua missão erudita e já foi pro lixo.

Penso que já acabou, mas eu terei que sair. E não gosto de jazz.

Eu estava cagando pra várias coisas ao mesmo tempo. Mas queria lavar minhas mãos. Faz um calor do caralho.

4 comentários:

  1. irritaçao nao e um papel que se pode descartar se livrar assim tao facilmente muitos sentimentos que valem bosta a gente se apega como se fossem ouro coisas preciosas deixe-as sangrar serem lavadas e levadas que se fodam que me fodam eu sinto odio de ter de respirar preguiça de me matar tristeza pelos que nascem chorando e morrem sorrindo pena de voce que esta em situaçao supostamente melhor ninguem esta em bons lençois todos eles que se rasguem que se acelerem nos freaticos subterraneos eu nao estou nem ai eu nao quero escrever isso nao leva a nada eu me desobedeço de tal forma que a insatisfaçao cronica e brutal sera eternamente minha mesmo que todos os psicotropicos do mundo caiam na minha corrente sanguinea eu me identifico e com o colonhao que esta gigante um mes apos o terreno ser limpo minha angustia meu odio minha vontade de esmagar a o corpo de um pinto e meter o dedo no cu do mundo e brutal eu sou um doce um doce de merda com caroços de milho e feijao e tomate que se foda mete sem camisinha e voce retira tudo isso do anus de alguma puta escrota pra achar que a vida vale a pena nossa que divertido o sexo grande coisa mais um vicio escroto que nao preenche nem o buraco da porra do dente chega me deixe teclado

    ResponderExcluir
  2. Agora sim
    Isso, vomite

    ResponderExcluir
  3. Outra metáfora para desabafo, cadê?

    ResponderExcluir

Olá. Você, sendo você mesmo, não é bem vindo aqui. Mas se você for qualquer outra pessoa, sente-se no chão e coma uma xícara de café.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails