segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Tempos Modernos

O perfume era de lavanda, do desinfetante que grudou no coro de tanto limpar os azulejos da casa. Ajudava a mãe, fazia compras no mercadinho e escovava os dentes após qualquer coisa que mastigasse. Nunca teve tempo para estudar, nem que fosse o horóscopo. Tinha mania de lavar as mãos e tomar remédio pra tudo. Não andava sozinha pra lugar algum que não desse pra voltar a pé. Era cafona.

Mas era linda, ah se era.
Vestiram-na melhor e colocaram um óculos. Líder, revolucionária, talvez capa da Playboy.

21 comentários:

  1. Poético seu post..
    Pequeno e interessante.
    Sucesso.. abraços

    ResponderExcluir
  2. Nooooosa
    que texto legal,
    que blog legal ^^
    ameeei mesmo ;*

    http://mickaellyaraujo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Todos somos produtos do nosso meio, mas na nossa essencia, ninguém meche.

    Sob qualquer carapuça ou não, somos quem quisermos ser.

    Adorei o texto. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. post legal.


    gosteii do seu blog que tal uma parceria?

    se siim entra em contato com o e-mail:
    art_thur09@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. gostei do texto... mas na boa.... me amarrei na foto do banner.... muitooo showw..... caraca muito mesmooo

    vou ate seguir..rsrs se quiser dar o ar da graça seja bem vinda tambem só clicar aki no meu rosto huahauahua

    ResponderExcluir
  6. ótimo texto, e um blog de ideias bem fortes e profundas, muito bom!

    ResponderExcluir
  7. muito bom, gostei do final conseguiu me surpreender, acho isso legal, parece a história de muitas celebridades instantâneas, tirando o recato é claro.
    http://www.arthurmelo.sintoonize.com/

    ResponderExcluir
  8. Velhos tempos novos. O tempo de hoje, rei soberano, é um sinal da morte e do renascimento de alguém que poderia nem ter nascido, mas que nasceu, enfim. Agora vai ter que morrer. Renascer, não se sabe. Provavelmente não, mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Ah, adorei o final também! O blog é lindo, sempre que posso visito, já que escreve muito bem. E esse banner do inicio..Arrasaa!

    ResponderExcluir
  10. Tinha T.O.C a personagem. Enxuto e gostoso de se ler.
    Nove Fariseus Dançando Conga: Huahuahuahua!

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  11. que final excelente! é tempos modernos que não voltam

    ResponderExcluir
  12. Muito bom...pequeno e rápido de ler

    ResponderExcluir
  13. uai...
    se vestiram ela..
    pq tá na capa da playboy???
    dá até pra imaginar a capa. ela com a escova de dente e a frase:
    " este remédio vc que vai tomar"

    ResponderExcluir
  14. Uau, que narrativa!

    Belo blog, alias, adorei a frase de efeito.

    ResponderExcluir
  15. Bom texto, eu posso estar enganado mas achei uma boa apologia feminina! ^^

    E obrigado pela visita/comentário em meu blog. Muito bom seu comentário, e claro, não se deve generalizar todos os políticos como "imprestáveis" e digo que quando eu usei a expressão "pra mim, começou a ser político, já não é boa coisa" é pelo simples fato da política em si ser sustentada por atitudes ruins, mas não quer dizer que todos os políticos em si sejam ruins, enfim...

    Curti seu blog pakas *-* abração aê.

    ;*

    ResponderExcluir
  16. Seja ignorante, sem visão de mundo, sem opinião, mas seja belo e se torne um produto do mercado. Adorei esse post. Muito bem construído e direto ao ponto.

    ResponderExcluir
  17. Manias, inseguranças fazem de sua poesia ser humana e delicada.

    Gostei do seu trabalho poético.
    Gosto de poesias simples e meio conto.

    ResponderExcluir
  18. Lindo o texto...achei bem reflexivo!!!

    ResponderExcluir
  19. Tempos Modernos me lembra o maravilhoso filme de Charlie Chaplin, o maior gênio da história do cinema.

    ResponderExcluir
  20. adorei o pequeno texto, consegui ver-me indiretamente no mesmo e me alegrei. é profundo

    .
    Entre no meu blog, são textos e palavras bonitas. Tocará teu coração, mudará seu dia, seu humor.
    Palavras apenas - http://gyzellecherry.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá. Você, sendo você mesmo, não é bem vindo aqui. Mas se você for qualquer outra pessoa, sente-se no chão e coma uma xícara de café.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails