sexta-feira, 7 de maio de 2010

Pirata da opção.




Eu me recuso a fazer a minha escolha sobre quem serei, em vista do que sou. E também em vista de quem deveria ser ou de quem gostaria de ser. Recuso todas as oportunidades de eu me transformar em sibila de mim e vou enfiar minha cabeça dura e densa no meu poço de saudades, até que eu sinta a dor de me afundar nas escolhas que resolvi deixar e resolva qual providência tomar.

Mesmo que tomar providências não impliquem em acerto. E acerto não implique em felicidade. Nem felicidade em providência.

Vou no caminho as placas desmentindo, rasgando mapas e renegando ídolos. Nem toda novidade é uma descoberta. Agora, é a minha história.

3 comentários:

  1. Google
    Você quis dizer: Pirada da opção

    ResponderExcluir
  2. Eu sou versátil, então gosto de mudanças. Gostei do testo, do blog, por isso segui e comentei, mas não sou uma morsa com gastrite.. rs.

    ResponderExcluir

Olá. Você, sendo você mesmo, não é bem vindo aqui. Mas se você for qualquer outra pessoa, sente-se no chão e coma uma xícara de café.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails