segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Resistência II

Beba a garrafa por inteira, antes que ela acabe. Não beba com dó, com medo do fim, porque só de uma vez é possível matar a sua sede antes deste inferno piorar. Você sentiu este encosto, durou o necessário para saber que aquilo que não se explica dura até o sentido esmurrar-lhe a cara.
Veja, não é uma opção recolher-se ao que acredita, pois aquilo no que você foi feito pra acreditar está te puxando para o lado. Para o meu lado. Você não pode ser inerte, porque está dentro do veículo podre que são seus impulsos e vontades. O breque não vai te fazer parar. Prender o ar não vai te fazer parar de tossir. Não preciso mais do fôlego, mas peça antes que ele se acabe.

2 comentários:

  1. Caralho, esse texto está, de alguma forma, em alta velocidade, seja lá o que isso queira dizer. Foda-se. É bom.

    ResponderExcluir

Olá. Você, sendo você mesmo, não é bem vindo aqui. Mas se você for qualquer outra pessoa, sente-se no chão e coma uma xícara de café.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails