quarta-feira, 3 de novembro de 2010

João



Ele queria a farinha e a farinha queria ele. Não era dele, mas estava ali. A dez reais de distância. Coça o bolso, a bolsa, a cueca e o sapato - ridículo, ele nunca deixou dinheiro no sapato. E só o que aquele funcionário público achou foram duas moedas de vinte e cinco. Ah, ele tinha que agitar essa fita.
Falou com um, dois, três, quatro, cinco caras. Juntando, dava nove contos. Talvez, o traficante fizesse essa e fosse junto. Tinha que ir lá, trocar uma idéia. Foi. João debatia, dizia que era cliente fiel, gastava bem e lembrou que semana passada até deu o celular pra ele pra pagar cinco pino. Celular bom, televisão e os caralhos. O cara dizia que não, que não dava, que os negócios andavam ruins, que também tinha que pagar o patrão. Disse que já fazia uns dois dias que não dormia tentando virar a mercadoria pra ganhar alguma coisa com isso. Mas depois de muita discussão, rolou a cena.
Lá vão eles. Meio espirro de cocaína e sete homens no banheiro. João, o último. O que pagou mais vai primeiro, João trabalha a droga. Pega uma nota de dois imunda e vai dividindo as carreirinhas. Reclamação do outro lado, dizendo que a divisão está desigual.
Divide de novo. E de novo. E ainda dividiria uma quarta vez, se alguém não tivesse dito pra parar com essa putaria antes que a nota tivesse mais droga que as carreiras. Foi feita a divisão. Cada um vai e faz sua parte, todos sérios, como quem resolvem problemas de estado. E ele espera. Espera, espera, ah!
Rolou, rolou. Ah...
Mas que tirinho de merda.
Ah, mas ela estava ali. A dez reais de distância.

11 comentários:

  1. Eta farinhada boa de fariseus.... eita!!!


    Aquele post lá relata apenas um dos meus muitos sonhos, minhas utopias, enfim.... deus proverá, não muito, mas proverá, se existir, anyway

    Amy way

    Away
    A-Way (hum.....)

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto...parabéns pelo blog. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. é o pó, manolo. é o pó que leva nóis ao pó de onde nóis veio e prá onde nóis vai voltá.

    é o pó! :x


    (gostei demais do texto!) XD

    ResponderExcluir
  4. Tirinho de merda é pior do que ficar de cara.
    Post simplesmente do caralho.
    Blog do caralho (Vi a barra de Floyd)
    Tudo do caralho

    Bjo do escroto

    PS: Valeu pelo comentário horroroso na minha postagem horrorosa.

    Prof. Janderson Council
    jandersoncouncil@gmail.com
    www.blogdoescroto.wordpress.com
    @blogdoescroto

    ResponderExcluir
  5. A 10 reais de distância: ótima metáfora.
    Texto underground, muito bom.
    É no breu que vc acha o que não perdeu: maravilha!

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  6. muito bom o post, texto bem estilo underground mesmo!

    ResponderExcluir
  7. Consumo de drogas narrado desse ângulo é bem inusitado. Ficou bem bom!
    E sobre o post lá do 'Para que nunca me esqueça': Se vc acha q é só isso não tem que ter horror! Pelo menos não o horror q vc deve estar achando q é.

    ResponderExcluir
  8. Muito Bom Seu Post...Parabéns ! Acesse Meu Blog Também - Séries e Filmes

    ResponderExcluir
  9. https://www.youtube.com/watch?v=A4zkHnJ6LsM

    ResponderExcluir

Olá. Você, sendo você mesmo, não é bem vindo aqui. Mas se você for qualquer outra pessoa, sente-se no chão e coma uma xícara de café.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails