terça-feira, 7 de setembro de 2010

7 de setembro



Não posso não cometer crimes e não elaborar provas. A defesa não é reação e sim ação. Eu sou o que visto e se não for, me falta a personalidade.
Tenho que buscar o que já foi determinado, porque as placas já estão postas com as direções. É um sistema, ele precisa de mim como ele; eu mesma, nada valho. Cair é burrice de quem não nasceu sabendo andar.
Eu tenho a autonomia de escolher se quero ser exemplo ou se quero ser escória; de ser o que eu nunca fui e almejar momentos de um andarilho livre e bêbado, feliz sem causa.
Eu sou livre para ser independente, pertencendo a mim e de mim todo azar de frustrações pela mentira que me causa ser feliz.

É questão de conveniência, a independência ou a morte.

21 comentários:

  1. Oque é isso aqui ?
    Sophia no pais das maravilhas ?

    adoreeeeeeeeeeeei !!!!!

    espero sua visita !
    http://universovonserran.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei esse texto falando de independência justamente hoje, 7 de setembro.."Eu sou o que visto e se não for, me falta a personalidade." muita gente falta a personalidade e tem medo de assumir o que realmente é vestindo uma 'capa' contra a sociedade. parabéns pelo texto ;** http://meeuverso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. gostei mto, o texto mostra personalidade.. parabens pelo blog :)



    http://niddotiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Muito legal o texto, mais não entendi a escolha da imagem, mais tudo bem.

    ResponderExcluir
  5. Gostei mesmo do texto! É exatamente isso, todo mundo é criado pra seguir a linha social conforme mandado... no fundo, ninguém é independente. Nem a sociedade nem o subconsciente deixam.

    Abraço! Vou seguir! ;)

    http://anpulheta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. A independencia e individualidade, deveria ser mais respeitada. Alem do sistema,muitas vezes temos familiares que sufocam com tanto "amor".

    ResponderExcluir
  7. É utopia falar em independência?
    Então vou ali procurar a minha 'pseudo-independência' e ser feliz.

    ResponderExcluir
  8. esse texto parece mais um desabafo

    abç e boa sorte

    ResponderExcluir
  9. foi sem sentido pra mim...mas eu sei bem como é isso,as vezes escrevo coisas q eu sei q só fazem sentido pra mim mesma,e q outras pessoas não entenderiam..beeem,é meio q,interprete como quiser..

    gostei do blog,e vou seguir:*

    beijosaparece.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Gente, como ainda não comentei neste post?!

    Brilhante como sempre, reflexões contundentes sobre o 7 de setembro... demais!

    Criatividade pouca é bobagem pra ti, esse blog é pra ganhar prêmio!

    Abraços!

    F.

    ResponderExcluir
  11. Te indiquei a 3 selos lá no meu blog! "Blog de Ouro", "Se Seu Blog Fosse Uma Música" e "Escritores Virtuais" são todos seus! Só não esquece de indicar mais uns 3 ou 4 blogs pra cada selo! =D

    Abraço! ;)

    ResponderExcluir
  12. Excelente texto. Muitas pessoas se dizem independentes, mas seguem a maré sem pestenejar.

    ResponderExcluir
  13. O sistema mostranos os caminhos, por placas, sinais, discursos, mas somos nós que decidimos a hora de virar e mudar o percurso.

    http://apenas-daniel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. bom texto e vamos nos esforça para sermos indepêndentes

    ResponderExcluir
  15. Esses "momentos de um andarilho livre e bêbado, feliz sem causa" é a verdadeira independência do ser.

    ResponderExcluir
  16. "Eu tenho a autonomia de escolher se quero ser exemplo ou se quero ser escória"

    disse tudo com essa frase, belo post

    http://leandroferreirao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Maravilha de texto, vc tem razão a nossa independência esta dentro de nos mesmos

    ResponderExcluir

Olá. Você, sendo você mesmo, não é bem vindo aqui. Mas se você for qualquer outra pessoa, sente-se no chão e coma uma xícara de café.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails